Rebranding é o processo que envolve melhorar e renovar a percepção de uma marca no mercado. Este processo deve ser sempre visto como uma evolução da marca, e não como a morte dela para o nascimento de outra.

Pode ser feita uma alteração completa e profunda da marca, para se atualizar perante o mercado, distanciar-se de uma situação menos feliz. No entanto, pode ser apenas pequenas alterações discretas que apenas vêm modernizar a imagem, sem uma alteração profunda.

O Rebranding pode ser uma autêntica aventura, por isso deixamos-lhe algumas dicas para facilitar o processo:

 

  1. Faça um estudo de mercado e avalie a percepção que o seu público-alvo tem da sua empresa

Antes de iniciar o processo de renovação da identidade da sua empresa é importante fazer o processo de pesquisa e compreender porque é que esta alteração é necessária e quais os pontos a melhorar.

Avalie a sua posição atual no mercado e tente entrar em conversa com os seus clientes de modo a compreender o que está ou não a funcionar na identidade da sua marca.

Analise os seus principais concorrentes, para perceber o que estão a fazer corretamente e onde estão a falhar. É conhecimento importante para delinear a sua estratégia.

 

  1. Planeie todo o processo de renovação de identidade ao pormenor

É um processo que exige esforço e dedicação: tem de ser planeado ao pormenor todas as mudanças que vão ser efetuadas.

Não comece esta mudança sem saber como vai desenvolver todo o processo.

Defina como vai ser apresentada esta alteração aos seus empregos e ao público.

Desenvolva uma identidade de marca forte, o que inclui: logótipo, design, esquemas de cor, tom e mensagem que pretende passar.

 

  1. Inclua os seus funcionários neste processo

Os seus empregados são a cara da sua empresa e é importante que se sintam envolvidos neste processo para manter a motivação e garantir a eficácia desta mudança. O objectivo é que os funcionários também se sintam parte integrante da marca e confiantes nestas alterações.

Como estão em contato mais direto com os consumidores são também uma fonte de conhecimento sobre o que os clientes sentem sobre a marca.

 

  1. Não exclua por completo a sua antiga linha de comunicação

Não há necessidade de excluir por completo tudo o que era feito anteriormente ao nível da comunicação. Através da avaliação e estudo de mercado consegue também compreender o que existe de valor na identidade atual e que ao invés de ser excluído, pode ser aproveitado e desenvolvido.

 

  1. Esteja preparado para reações negativas

A maioria das pessoas não gosta de mudanças, mesmo que para melhor, por isso há sempre um período de adaptação.

Uma das formas para evitar o choque aquando a apresentação da nova imagem é envolver a audiência nestas decisões, por exemplo: dar opções de logos para escolherem qual preferem, esquemas de cores, etc.

 

  1. Mantenha a sua aparência coerente em todas as plataformas

A identidade visual de uma marca e/ou empresa deve ser feita de forma coerente em todas as plataformas em que se encontra representada: o mesmo logo, esquema de cores e tom deve ser utilizado de forma abrangente.

Altere todos os elementos da sua comunicação no seu website, merchandising, redes sociais, assinatura de e-mails, diretórios, entre outros.

 

  1. Faça um lançamento especial para a nova identidade da marca

Após toda a dedicação a um projeto desta envergadura não podemos descurar o lançamento da nova imagem.

Construa um plano de marketing com todas as atividades que pretende desenvolver para dar a conhecer a nova identidade da sua marca, é importante definir tudo o que pretende fazer de forma a que todas as ações sejam coerentes entre si.

 

  1. Contrate um Profissional

São todos os pormenores a ser tidos em conta, que o melhor é garantir que tem profissionais qualificados do seu lado e com experiência em rebranding de empresas e marcas.

Entre em contacto connosco e desenvolvemos todo o processo lado a lado.